Há desistências que nos Salvam

(Imagem retirada do Google)


Eu sempre digo à todos meus amigos:
"Amo demais,não me permito amar se for algo pequeno. Quando amo,me entrego."
E realmente foi assim,já gostei de alguns guris ao longo da minha vida.
Minha primeira paixãozinha platônica durou uns 4 anos ou mais. Eu tinha uns 11 anos ( hahah) havia acabado de mudar para uma nova cidade e quando cheguei numa reunião com amigos da minha familia,ele estava lá... Tão lindinho,branquinho,olhos bem apertadinhos e de aparelho...
O sonho de algumas pré-adolescentes!!!
Mas ele era do tipo:
"ciente do que causava nas gurias"
Ele me esnobava,esnobava todas minhas amigas...e mesmo assim,ainda caíamos de amores por ele...  E isto se deu durante 4 anos ininterruptos. Amei mesmo,e todos sabiam que eu o amava,porque a minha reação ao falar sobre ele ou ao aproximar dele,me entregava...
A Segunda vez que me apaixonei,foi diferente,eu já tinha uns 20 anos...
 Conheci ele numa viagem que fiz sozinha à São Paulo.
 Fiquei apaixonada por ele por uns 2 anos...
Ele era o meu tipo preferido naquele momento: Branquinho,do sul,corpo definido,com os mesmos alvos que eu.Mas,também não me dava bola... e eu amei ele mesmo... acho que quando amo,minha mente se fecha... tantos outros amigos que tinhamos em comum naquela época que se interessaram por mim,mas eu só queria ele... (idiota que sou,sempre) Só depois que já havia desistido dele que descobri que naquele momento ele não gostava de mim porque eu estava gordinha... (por causa de alguns problemas que eu enfrentei nesta época.)
E então eu resolvi dar a volta por cima... Parei de me importar com estes guris superficiais e comecei a gostar só de mim. Fiz uma reeducação alimentar e voltei a ser magérrima como sempre havia sido. Fiz isto não por ele,mas por mim mesma. Passei a me amar,nem gostava mais dele. Eu estava me sentindo linda! E então ele começou a me procurar pedindo para namorar com ele e tal... Mas eu já não estava na dele,eu estava só na minha! Até hoje volta e meia ele me procura...
Mas ele deixou de me interessar!!!
E então,diferente das outras vezes,surge um guri e me pede para que eu o ame. É isto,dessa vez não foi somente um amor platônico... Ele que escolheu me amar.
E o surpreendente é que,ele também era o meu tipo preferido de homem: Branquinho,corpo definido,mas com um coração lindo... (alma),e gostavamos de praticamente as mesmas coisas!
E é nessas ocasiões que você descobre que realmente 'não é preciso correr atrás das borboletas quando você já está cuidando do seu jardim... porque elas mesmas vem atrás de você ao ver seu jardim tão lindo e bem cuidado'...

Comentários

  1. Que lindo ,é vdd agente tem que estar felizes com nós mesmas ,nossa auto estima aumenta e só atrai coisas boas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Kassia... este é o ponto em questão!
      Que bom que gostou.. fico muito Feliz...
      Bjinhos

      Excluir
  2. Que lindo
    nem sei o que dizer
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderExcluir
  3. Li por uma frase que pesquisei mas foi bom pois é um texto curto bem escrito e que me fez querer ler mais rsrs ...muito bom só que eu não entendo isso de gostar de uma pessoa e depois esquecer ptss mh cabeça é dura acho ptss que raiva de mim eu amo pra vida inteira...

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Elenice... to muito feliz por ter encontrado meu blog assim..
    Bem,eu confesso que sou assim como vc...
    Quando eu amo,eu amo mesmo...
    Mas as vezes,o nosso enorme amor Não é suficiente para que o outro continue conosco... então,continuamos amando,mas vemos nescessário desistir de insistir... aas vezes temos que seguir a nossa vida porque o outro já está em outra...
    Bjinhos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não saia sem deixar sua opinião...
Isto é muito importante para mim...
😉😉😘

Postagens mais visitadas